Sala 02 - Benfeitores
A Confraria da Santa Casa da Misericórdia do Porto, tal como outras confrarias ou irmandades, é uma instituição de solidariedade e assistência que foi atraindo, através dos tempos, legados de inúmeros benfeitores.

O testamento foi o meio privilegiado para a concessão das dádivas que implicavam contrapartidas para a Misericórdia do Porto, especialmente a celebração de missas em nome do defunto. Outras vezes, as dádivas destinavam-se aos pobres, aos presos nas cadeias, às órfãs donzelas, aos pedintes da rua e aos hospitais.