Sagrada Família
Documenta de forma expressiva a sobreposição entre as esferas do sagrado e do quotidiano realista, que caracterizava a pintura flamenga desta época.
Obra de António Vieira produzida no século XVII em óleo sobre tela.

Os membros da Sagrada Família são representados num interior doméstico, cumprindo as tarefas triviais do quotidiano - a Virgem a bordar, São José ocupado em trabalhos de carpintaria e o Menino, varrendo despreocupadamente, junto a um gato que dormita.

As açucenas na jarra colocada junto à Virgem simbolizam a sua pureza imaculada.

Sagrada Família
António Vieira
Século XVII
Óleo sobre tela
143,5 x 111 cm