MMIPO

Assinatura de contrato de depósito assinado no Centro Hospitalar do Porto

O Provedor, António Tavares, assinou hoje, dia 06 de fevereiro, no Centro Hospitalar do Porto, um contrato de depósito que visa proteger o acervo pertencente à Santa Casa da Misericórdia do Porto.

 Com este protocolo conclui-se o processo de inventariação das peças existentes, comprometendo-se o atual Centro hospitalar do Porto a conservar os bens, guardar e zelar pela conservação, segurança e tratamento técnico das peças.

Para o Provedor, António Tavares, é preocupação da Misericórdia do Porto manter a história viva, sendo a atitude da Misericórdia de franca cooperação com o Centro Hospitalar do Porto, neste sentido, irá em breve ser recuperada e iluminada a fachada, aproveitando a data dos 250 anos do lançamento da primeira pedra do Hospital de Santo António para deixar memória futura.

Para Paulo Barbosa, Presidente do Concelho de Administração do Centro Hospitalar do Porto, a história não se apaga, o Hospital foi construído pela Santa Casa da Misericórdia do Porto e pelos cidadãos do Porto e o hospital faz parte da história da cidade. Como tal faz todo o sentido preservar o acervo da Misericórdia do Porto que está em deposito no Centro Hospitalar do Porto. 

De forma simbólica foi colocado um quadro do acervo do MMIPO no salão Nobre do edifício do centro Hospitalar do Porto. Trata-se do retrato da Benfeitora Emília Cabral Pereira Cardoso que doou dinheiro para a construção de uma enfermaria para mulheres com tuberculose. 

A utilização de cookies neste website tem como principal objetivo melhorar a sua experiência.
Ao clicar em qualquer link nesta página está a dar-nos a permissão para usar cookies.