Saúde
A Santa Casa da Misericórdia do Porto tem tradição secular na área da Saúde.

Em 500 anos de história já deteve sete estabelecimentos, com destaque para o Hospital de Santo António onde foi ministrada Medicina durante 130 anos e do qual mantém a propriedade, para além de uma escola de enfermagem.

Atualmente detém duas unidades de saúde e gere uma terceira:
> Centro Hospitalar Conde de Ferreira (1883)
> Hospital da Prelada - Dr. Domingos Braga da Cruz (1988)
> Centro de Reabilitação do Norte - Dr. Ferreira Alves (2013)


Centro Hospitalar Conde Ferreira

O Centro Hospitalar Conde de Ferreira é uma unidade assistencial de referência nacional e internacional na área da saúde mental.

Assegura apoio técnico em ambiente multidisciplinar e humanizado, utilizando conhecimentos científicos inovadores na assistência integral da comunidade-alvo.

O primeiro hospital construído de raiz para a Psiquiatria em Portugal destaca-se pela inovação, mantendo a vocação para a assistência, formação e investigação na área da Psiquiatria e Saúde Mental.


Hospital da Prelada

O Hospital da Prelada é uma unidade de saúde de excelência.

Reconhecido internacionalmente pela qualidade dos serviços prestados e pela oferta de cuidados especializados, aposta na diversificação das áreas de intervenção clínica.

O primeiro hospital IPSS em Portugal a obter Acreditação Total em Qualidade, pelo CHKS - Caspe Healthcare Knowledge Systems, integra a Rede Hospitalar Nacional desde a fundação e compete no mercado dos cuidados de saúde privados, dando assim resposta às necessidades de saúde da comunidade.


Centro de Reabilitação do Norte

O Centro de Reabilitação do Norte é uma unidade hospitalar de referência na oferta nacional de cuidados de saúde em reabilitação.

Integra o Serviço Nacional de Saúde e a Rede de Referenciação Hospitalar de Medicina Física e de Reabilitação, completando a rede nacional do setor.

Tendo como missão criar valor para os utentes e cumprir padrões de exemplaridade, os grandes eixos de ação e objetivos estratégicos estão determinados pelo alinhamento das políticas definidas no Plano Nacional de Saúde e no Plano de Saúde da Região Norte.